Dr. Rodrigo Monari | Ortopedista e Traumatologista | Cirurgião do quadril e pelve Dúvidas Frequentes
 
Artrose de Quadril - Dr. Rodrigo Monari | Ortopedista e Traumatologista | Cirurgião do quadril e pelve - cirurgia de Artroplastia do quadril, artrose de quadril, osteoartrose, implantes de prótese de quadril, ortopedia, traumatologia, cirurgia de Pelve e Acetábulo, Bursite do Quadril, Fraturas do Fêmur Proximal, Acetabular Fractures, Lesão do Labrum Acetabular, cirurgia do impacto femuro acetabular, cirurgias do acetábulo e pelve, cirurgias de artroplastia do quadril híbrida, artroplastia do quadril cimentada/parcial, Centro Clínico Oswaldo Cruz - Blumenau - Santa Catarina / SC.
Doenças
    
  Saiba Mais
    ______________________________

» Bursite do Quadril

» Fraturas do Fêmur Proximal

» Fraturas do Acetabulo

» Lesão do Labrum Acetabular
 
       
 
 
» Doenças
 

   Artrite do quadril é a sintomatologia clínica de dores da articulação do quadril, geralmente causada pela degeneração da articulação do quadril e da cobertura da cartilagem articular.
Algumas doenças que causam artrite do quadril são a Osteoartrose, Artrite Reumatóide, Necrose Avascular, Displasias Congênitas do Quadril, Sequelas de Fraturas.

Osteoartrose é uma condição degenerativa que afeta várias articulações do corpo. Causada pelo “uso e desgaste” da articulação, é de longe o mais comum tipo de artrite, e é comumente chamada de artrite degenerativa. Osteoartrose causa alteração na estrutura mecânica da cartilagem, que se torna colapsada. A perda total do espaço articular pode ocorrer devido a aspereza da articulação e do contato de superfície óssea dentro da articulação do quadril. Na imagem do RX, pode-se observar diminuição do espaço articular e osteófitos peri-articulares.

Artrite Reumatóide é uma doença inflamatória que afeta todas as articulações do corpo, destruindo a superficie articular e os tecidos ao redor da articulação. Geralmente resulta em uma rápida destruição das articulações, podendo atingir outros orgãos sistêmicos, além da cartilagem.

Osteonecrose ou Necrose Avascular é uma condição onde a cabeça femoral perde sua irrigação sanguínea e “morre”. Isto pode levar ao colapso do osso que suporta a cartilagem da cabeça femoral, resultando em uma destruição do quadril. Algumas causas de Osteonecrose:

Sequelas de Fraturas: Algumas fraturas do femur proximal e do acetábulo, podem causar artrose degenerativa chamada de artrose pós traumática. Dependendo da gravidade da fratura e dos métodos aplicados no tratamento cirúrgico, alguns pacientes podem desenvolver tal condição degenerativa, causando dor e dificuldade na marcha.

No final, todas as doenças citadas podem levar a artrose de quadril. Como mostra o quadro a seguir, na artrose observamos uma diminuição do espaço articular, formação de osteófitos periarticulares e lesão da catilagem acetabular e da cabeça femural. Clinicamente os pacientes irão apresentar dor a mobilidade do quadril e em casos avançados dor até mesmo em repouso. O diagnóstico da artrose de quadril é realizado pelo médico ortopedista através de minucioso exame físico, e confirmado com exames de imagem.

O tratamento da artrose do quadril pode ser conservador ou cirurgico


TRATAMENTO NÃO CIRÚRGICO – TRATAMENTO PALIATIVO


O objetivo do tratamento não cirúrgico é obter o alívio da dor, e que pode ter resultado apenas nas fases iniciais da artrose. Exercícios irão ajudar a manter a mobilidade da articulação e o tônus da musculatura.

Todos os métodos de tratamento conservador não são modificadores da doença. Eles não previnem e não retardam o processo da artrose.

O método mais comum no controle das dores na artrose é com o uso de anti-inflamatórios não hormonais (AINH). Sua principal função é o alívio da dor, tendo pequena atividade no controle da inflamação e avanço do processo da artrose.
Paracetamol utilizado na dose recomendada, em pouco melhora a dor comparado aos AINH. São utilizados apenas quando os pacientes possuem alguma contra-indicação a utilização dos AINH.

Atualmente sulfato de condroitina e glucosamina possuem grande popularidade. Vários estudos tem mostrado diminuição da dor, porém estas drogas também não tem se mostrado como modificadores da artrose. Existem estudos que não mostram existir diferenças com o uso de placebo.

A mudança no padrão de vida do paciente é importante. Perda de peso, mudança nas atividades esportivas para restrição do impacto articular, e exercícios de alongamento são importantes para a melhora da dor. Fisioterapia também ajuda na melhora do quadro de dor, pois mantém o arco de movimento articular, e promove o fortalecimento da musculatura, geralmente atrofiada nos casos de artrose.

A utilização de muletas, bengalas, e braces de descarga de peso podem ser auxiliares nos casos avançados de artrose, para ajudar na locomoção dos pacientes.


TRATAMENTO CIRÚRGICO


A intervenção cirúrgica modifica as conseqüências da doença, causando alivio da dor e melhora da função articular por anos após a cirurgia. As intervenções cirúrgicas padrão incluem as osteotomias, e artroplastias totais do quadril que permitem aos pacientes o retorno à deambulação sem auxilio de muletas, aliviando a dor ou eliminando por completo.

As osteotomias são auxiliares, pois levam a uma articulação sem dor, diminuindo o progresso da artrose por alguns anos.

A evolução e aperfeiçoamento nas artroplastias envolve a melhora dos implantes, com a utilização de superfícies metal-metal, cerâmica-cerâmica e polietileno de alto peso molecular, o que levará a uma maior durabilidade das cirurgias, diminuindo o índice de revisões. A melhora no design dos implantes, e a evolução dos materiais leva a uma menor reabsorção óssea, menor índice de soltura asséptica, e menor osteólise.


http://www.thehipclinic.co.uk/images/Picture1.jpg


http://www.exeterhip.co.uk/3.1.7-1.jpg
Imagem de Rx com artrose de quadril e após a artroplastia total do quadril.
 
Rua Prefeito Frederico Bush Jr. (Centro Clínico Oswaldo Cruz) - Nº 220 - Sala 605 | Tel: (47) 3329-0802 | Blumenau - SC Desenvolvimento de sites Blumenau